artigo 23.03_capa artigo

Como a Inteligência Artificial está revolucionando a indústria no mundo todo

A Inteligência Artificial parece algo distante e alheio às nossas vidas. Cúmplice da ficção científica, para muitas pessoas essa tecnologia remete a robôs inteligentíssimos que vão substituir os seres humanos em qualquer tarefa ou até subjugar a raça humana.

Nada mais longe da realidade. A Inteligência Artificial (IA) veio para revolucionar nossas vidas e já está sendo usada em muitos campos com efeitos que já podem ser sentidos no nosso dia a dia. E estamos apenas no início dessa revolução.

De acordo com o relatório “Mercado da Inteligência Artificial 2020-2027”, publicado pela Fortune Business Insights, a IA desempenha um papel cada vez mais relevante em vários setores e a expectativa é que o mercado global desta tecnologia alcance 267 bilhões de dólares até 2027, com um contributo para a economia mundial de 15,7 trilhões de dólares até 2030.

O cenário atual, contudo, é muito variado: algumas empresas ainda engatinham na implementação desta tecnologia, enquanto outras já deram os primeiros passos, e outras ainda já colhem os frutos.

 

Brasileiros enxergam vantagens na IA

Atualmente, a Inteligência Artificial está sendo usada para diferentes finalidades: impulsionar a produtividade, melhorar a experiência dos clientes, acelerar a tomada de decisões, gerar novas oportunidades de lucro e aprimorar a eficiência.

A tecnologia é bem vista pelos brasileiros. Pesquisa Ipsos para o Fórum Econômico Mundial, publicada em janeiro, revela que 57% dos entrevistados acreditam que serviços e produtos baseados na Inteligência Artificial trazem mais vantagens que desvantagens; já 51% dos entrevistados avaliam que, nos últimos cinco anos, a própria vida foi profundamente impactada de maneira positiva por produtos e serviços que usam IA .

Os  brasileiros se mostram muito confiantes também em relação ao futuro desta tecnologia. O mesmo levantamento aponta que 61% dos entrevistados afirmam que a IA promoverá mudanças profundas nos próximos cinco anos; já 65% avaliam que o uso da Inteligência Artificial torna a vida cotidiana mais fácil.

 

Como a pandemia acelerou a IA

O que já vinha numa crescente recebeu ainda um impulso na pandemia. O relatório Keys to Successful Innovation through Artificial Intelligence, publicado pela Harvard Business Review, afirma que a epidemia de Covid-19 forçou empresas de todos os setores a renovarem as operações e investirem em tecnologia.

Muitas companhias tiveram que se adequar às pressas, criando novos sistemas ou tendo que escalar rapidamente projetos que, por alguma razão, estavam parados ou atrasados.

Pesquisa da Harris aponta que 55% das companhias aceleraram a propria estratégia de implementação da IA em 2020 por causa da Covid-19. Já um levantamento da NewVantage Partners descobriu que nove em dez empresas líderes em seus setores investem na Inteligência Artificial, embora apenas 15% delas a utilizem de fato.

Esta diferença é causada em parte porque muitas companhias não entendem completamente o potencial desta tecnologia ou não têm estratégias claras para alcançar os objetivos.

Segundo os professores Marco Iansiti e Karim Lakhani, da Harvard Business School, “os processos guiados pela IA podem ser escalados muito mais rapidamente que os tradicionais” e “podem ser conectados com outros negócios digitais e criar poderosas oportunidades de aprendizado e melhoramento.

A implementação da IA, porém, pode ser um caminho tortuoso e até difícil para as empresas. Segundo os dois especialistas, o primeiro passo é identificar um problema específico e, a partir daí, traçar uma estratégia para resolvê-lo. Em seguida, é preciso democratizar o acesso aos dados de modo que todos que trabalham nesses projetos possam se beneficiar de seu uso.